Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Plásticas, Químicas, Farmacêuticas, Abrasivas e Resinas Sintéticas de Sorocaba e Região

Imprensa

20-Abr-2017 14:12
Encerramento

Supermerceria São Bento encerra atividade

abril, 2017, imprensa,
Foto Erick Pinheiro
Um aviso postado na página mantida no Facebook e outro fixado na porta do estabelecimento à rua da Penha, no centro da cidade, anunciaram o fim das atividades, depois de quase 80 anos, da Supermercearia São Bento, uma das mais tradicionais de Sorocaba. O texto, lacônico, comunica o ocorrido ao público, pede a compreensão e agradece pelas mais de sete décadas de relacionamento.

A São Bento, que antes se chamava supermercado, fechou as portas na quinta-feira, dia 12 de abril. Nenhum representante da empresa quis falar a respeito com a reportagem do Cruzeiro do Sul. O que se sabe é que o encerramento se deveu a problemas de saúde que teriam acometido um dos titulares do empreendimento.

A notícia surpreendeu clientes e frequentadores, que também tinha na gastronomia, representada pelo restaurante lá instalado há algum tempo, um dos seus muitos diferenciais. O mercado resultou da vocação empreendedora de Moysés Stefan, o mais velho de quatro irmãos do clã integrado pelos também empresários Elias, Jorge ("Gito") e Maria.

"Musse", como era conhecido, morreu em 2014 aos 91 anos. Descrito como um "homem lutador", que fez do trabalho a grande paixão da vida, Stefan também imprimiu ao projeto a marca do arrojo. A São Bento foi a primeira loja em nível local a fazer uso do sistema autosserviço (ou pegue/pague), prática pela qual os clientes retiravam as mercadorias na gôndola e se dirigiam ao caixa. Mais recentemente, a São Bento também disponibilizou o serviço de compras on-line.

Assunto bastante comentado, o fechamento da supermercearia encerra uma onda de boatos. Entre outras informações, chegou-se a cogitar que a São Bento manteria em funcionamento seu restaurante, que teria sido comprada por um supermercado da zona norte. Nenhuma das versões, entretanto, se confirmou.

abril, 2017, imprensa,
Foto Erick Pinheiro
Ciclo histórico

A desativação da Supermerceria São Bento põe fim a um ciclo da história comercial do município. Em tempos de hipermercados talvez poucos saibam, mas o estabelecimento entrou em operação nos idos de 1940, num salão na altura do número 700 da rua da Penha, logo mais abaixo do atual endereço.

Conta Heraldo Neves Fernandes, que morou e cresceu naquela região, que no imóvel para onde a empresa se mudaria, mais acima, funcionava o entreposto da Sudan, marca de cigarros da época.

Já o salão onde o mercado iniciou suas atividades seria vendido ao Grupo Pão de Açúcar. O São Bento, como supermercado, mudou-se para o prédio onde funcionou até a semana passada e nele se desenvolveu. Foram várias as transformações.

Musse Stefan vendia comidas árabes (seu pai era sírio e a mãe libanesa) e outros itens, além daqueles que normalmente são encontrados em mercearias. No começo dos anos 2000, o São Bento lançou seu cartão fidelidade e ampliou as instalações. Muitos se lembram das delícias encontradas na padaria, como a famosa torta mil folhas. A supermercearia também abriu espaço para um restaurante. A última das modificações introduzidas foram as lojas da galeria em frente à área reservada ao estacionamento.

Jornal Cruzeiro do Sul
Deixe seu Recado