Sindicato dos Químicos de Sorocaba e Região

Em 13 capitais cesta básica tem queda em julho

Compartilhe este post

Em julho, a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, divulgada mensalmente pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), revela quedas no valor da cesta em 13 das 17 capitais brasileiras participantes.

As maiores reduções no custo da cesta ocorreram em Recife (-4,58%), Campo Grande (-4,37%), João Pessoa (-3,90%) e Aracaju (-3,51%).

Apenas Porto Alegre apresentou alta, com alta de 0,47%. Salvador (0,03%), Brasília (0,04%) e Fortaleza (0,05%) mantiveram relativa estabilidade.

Porto Alegre também lidera com o maior custo para o conjunto dos alimentos básicos, alcançando média de R$ 777,16.

Leia também: Reforma tributária aprova isenção de impostos para a cesta básica

Cesta básica no Norte Nordeste
Nas regiões Norte e Nordeste, com composição de cesta diferente, os menores valores médios foram em Aracaju (R$ 547,22), João Pessoa (R$ 581,31), Recife (R$ 592,71) e Salvador (R$ 596,04).

O DIEESE estima que o salário mínimo ideal para cobrir despesas com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, com base na cesta mais cara (Porto Alegre), deveria ter sido de R$ 6.528,93 ou 4,95 vezes o valor do mínimo atual (R$ 1.320).

Reforma tributária aprova isenção de impostos para a cesta básica
Com apreciação em dois turnos, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta e sexta-feira (5 e 6/7) o parecer da reforma tributária, que vai colaborar para o crescimento da economia e combate à desigualdade no país.

Assine a nossa Newsletter

Faça parte do nosso time e receba conteúdos inéditos!

Veja também:

Economia cresce 0,25%
Economia

Economia brasileira cresceu 0,25% em maio

Economia brasileira cresceu 0,25% em maio – Foto: Rodrigo Felix Leal/SEIL-PR

Confira os dados mais recentes sobre o crescimento da economia brasileira em maio, de acordo com o BC. Alta do IBC-Br supera 2% no acumulado dos cinco primeiros meses do ano

Rolar para cima